Início » Blog – Ideias em movimento » Como se livrar do bloqueio criativo

Como se livrar do bloqueio criativo

 TEMPO DE LEITURA: 6 minutes

Se você trabalha com criatividade mas está com dificuldades para produzir, pode ser o temível bloqueio criativo.  Neste post você vai encontrar dicas valiosas para expulsar de vez este mal da sua vida e produzir muito!

Olá! Estou de volta com mais um post, desta vez não estou sozinho, conto com a colaboração de 5 blogueiras, que aceitaram o desafio e vão contar como elas enfrentam o bloqueio criativo. Não sabe o que é não? Não se preocupe, vou explicar tudo direitinho, detalhadamente. Após a leitura você vai:

Tenha calma, respire fundo e vamos começar:

O que é bloqueio criativo?

Escrever um texto, produzir uma imagem, editar um vídeo, compor uma música, filmar, fotografar, estas e outras atividades que não citei, exigem muito da nossa capacidade criativa.

O bloqueio criativo é a ausência de inspiração e criatividade que impede você de realizar suas tarefas.

Quem nunca enfrentou a terrível sensação de descontrole quando precisa terminar um trabalho que exige criatividade e inspiração, e nada, elas desaparecem, somem do mapa. Tenho a impressão de que quanto maior é o esforço para recuperar sua capacidade criativa, mais ela se afasta de você. É um pesadelo!

Você tem competência pra fazer, quer produzir, mas quando parte para a ação tudo trava!

Por que o bloqueio criativo acontece?


Você percebe que está com bloqueio criativo quando:

  • Não consegue ter novas ideias;
  • Tem ideias mas não consegue desenvolvê-las;
  • Sente que não tem inspiração.

O bloqueio criativo é causado por vários motivos, vou listar alguns:

Medo de falhar: ninguém quer fracassar, entretanto, este medo de errar afeta de algum modo a capacidade de criar. Sofremos por antecipação, daí pensamos: melhor não arriscar!

Perfeccionismo: feito é melhor que perfeito. A busca da perfeição impede a conclusão do trabalho. Você nunca se dá por satisfeito, os parâmetros que usa são elevados e inatingíveis.

Rejeição: é quando o foco está no que as pessoas vão pensar, valoriza-se mais a opinião alheia. Quando isso acontece perde-se a confiança no próprio trabalho e se duvida da própria capacidade.

Comparação: é bom ter referências, admirar o trabalho de outras pessoas, o problema é quando elas deixam de ser uma fonte de inspiração e se tornam uma armadilha, você compara tudo o que produz com o trabalho da outra pessoa, se anula, perde a identidade.

Fisicamente você não está bem: não dormir ou não se alimentar direito, não praticar atividades físicas, ter uma vida sedentária, isto também afeta sua criatividade. O corpo reflete o estado da mente.

Estes são alguns dos principais motivos que favorecem o bloqueio criativo. Para enfrentar o problema você precisa de foco, determinação, coragem e disciplina.

De onde vêm as boas ideias?

Existem algumas interpretações ou teorias que tentam explicar a origem da boa ideia:

O momento Eureka!

Alguns criativos acreditam no momento Eureka! Aquela faísca que liberta as ideias mais poderosas, são tão inovadora que as pessoas vão sentir aquela inveja boa e dizer: “Como nunca pensei nisso antes?”

O 1% de inspiração

Outros acreditam no esforço, e aqui cabe bem a famosa frase de Thomas Edison:

“Um gênio é 1% de inspiração e 99% de transpiração”.

Nessa linha você precisa de muito esforço e dedicação para conquistar o resultado desejado o que para mim faz mais sentido do que o momento Eureka!

A colisão de ideias

Já o escritor americano Steven Johnson, defende que as grandes ideias ficam incubadas durante um tempo na mente. Para nascer, elas precisam colidir com outras ideias, que também estão hibernadas na mente de outras pessoas, daí a importância de ambientes que favoreçam este encontro. Isto faz muito sentido!

Se quiser entender melhor o conceito, assista os vídeos:

Como se livrar do bloqueio criativo!

Gosto muito de escrever, de blogs e produção de conteúdo, o assunto tem total relação com o meu trabalho de produção audiovisual, marketing e publicidade, por isso, estou sempre estudando e escrevendo sobre estes assuntos.

Devo confessar que a arte da escrita sempre foi um desafio para mim, por isso, preciso escrever bastante para desenvolver esta habilidade.

Participo de alguns grupos no facebook sobre blogs, é uma maneira de me atualizar e conversar com outras pessoas que têm este interesse comum. Em um desses grupos, o United Blogs, perguntei para os participantes como eles enfrentam o bloqueio criativo e o resultado desta conversa foi tão interessante que resolvi escrever este post para compilar aqui estas dicas valiosas que foram muito úteis para mim e. Vamos a elas:

O painel de inspirações

Deixe apenas fluir – blog da Karol Rabelo – Como se livrar do bloqueio criativo

A Karol Rabelo é formada em propaganda e marketing e dona do Deixe apenas fluir, um blog de variedades que fala sobre literatura, decoração, moda, blogosfera entre outros assuntos, publica com frequencia desde 2010.

Ela reconhece que o bloqueio criativo é um dos vilões mais difícil de se combater, para enfrentá-lo ela montou um painel de inspirações, que contém livros e imagens que aguçam a criatividade, é lá que ela busca inspiração quando têm uma dificuldade. Outra dica da Karol é visitar outros sites e blogs para se atualizar e ver quais assuntos estão em destaque.

Blog: http://www.deixeapenasfluir.com.br/

O caderno de ideias

Blog da Jade Amorim – Como se livrar do bloqueio criativo

A Jade Amorim é estudante de jornalismo, trabalha com Marketing Digital e publica seus textos desde 2008 em seu blog pessoal. Além de literatura, jornalismo e blogs, lá você encontra muitos assuntos sobre a cultura nerd.

A solução que a Jade encontrou para o bloqueio criativo é um caderno de ideias onde anota toda e qualquer ideia que apareça. Quando não está inspirada para escrever, ou não tem um tema específico recorre às suas anotações. Este tipo de estratégia é muito eficiente não apenas para atividades criativas mas para a vida. 

Ela acredita que devemos encarar a produção criativa com determinação. A falta de inspiração ou motivação não deve ser desculpa para a procrastinação. É claro, tem dias que a produção é mais fluída, outros são mais difíceis, o segredo é ter comprometimento. Quando o bloqueio aparecer, tome um banho, faça um café e não se desespere!

Blog: http://jadeamorim.com.br/

Caminhe, respire e desconecte

Lizpector – blog da Liz Chollet – Como se livrar do bloqueio criativo

Lizpector é um blog de fotografia repleto de referências e cultura pop, a autora, a Liz Chollet é estudante de fotografia, ela registra suas ideias e o mundo do ponto de vista de sua câmera.

Para a Liz se você resolve sua autoestima, você resolve o bloqueio criativo. A autoestima está ligada diretamente com a capacidade de produção criativa, se não estamos bem fisicamente ou emocionalmente não conseguimos energia para enfrentar essas dificuldades. Não se cobrar demais, conhecer os próprios limites e cuidar destes sentimentos com prioridade são ações positivas que te fortalece. Ela também recomenda uma boa caminhada, respiração e total desintoxicação de tecnologia.  

Blog: http://www.lizpector.com/

Busque inspiração

Viletória – blog da Vitória Müller Teixeira – Como se livrar do bloqueio criativo

A Vitória Müller Teixeira trabalha como social media e é blogueira desde dos 8 anos de idade. Ela é dona do peculiar e variado Viletória, um blog de conteúdo sobre livros, séries, jogos, reflexões, bate-papos e música.

Ela enfrenta o bloqueio criativo com uma das melhores armas, a inspiração. Existem várias fontes de inspiração e apesar de ser muito pessoal, pois o que inspira uma pessoa pode não inspirar outra, ouvir uma boa música, assistir um filme, ler um livro, sempre ajuda.  Outra dica valiosíssima da Vitória, é para quando você encontrar a inspiração, aproveite ao máximo e produza muito!

No blog da Vitória também tem um post específico sobre bloqueio criativo, visite: http://www.viletoria.com.br/dicas-para-bloqueio-criativo/!

Blog: http://www.viletoria.com.br/

Pesquise, pense e ligue os pontos

Dragões encaixotados – blog da Simone Pinheiro – Como se livrar do bloqueio criativo

No Dragões encaixotados a autora, a Simone Pinheiro que é formada em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, mas que gosta muito do Marketing Digital, tira os textos da gaveta, sorte nossa, resenhas de livros, filmes, séries, histórias em quadrinhos, tudo sobre cultura pop e muito mais.

A dica da Simone é para quando você já tem uma ideia mas não consegue desenvolvê-la, isso também está relacionado com o bloqueio criativo. Para resolver este problema a melhor coisa que podemos  fazer é botar a mão na massa. Pesquisar muito e em diversas fontes, buscar opiniões diferentes, registrar todas as ideias que tenha sobre o tema, mesmo que sejam ideias soltas, anotar tudo e depois escrever várias versões diferentes da ideia.

Produzir um texto mais completo leva tempo mesmo, mas depois de toda preparação, você só precisa ligar os pontos.

Blog: http://dragoesencaixotados.com.br/

Conclusão e dica extra

Sem desespero, existe saída para o bloqueio criativo, experimente estas dicas, elas podem te ajudar muito.

Dica extra: Converse com outras pessoas

Não importa se pensam de forma diferente, se estão em outro contexto social, cultural ou político, nada disso importa. O importante é promover a colisão das ideias hibernadas, para que elas despertem, e gerem novas ideias, para melhorar o mundo!

Para encerrar agradeço as blogueiras que colaboraram com as dicas, sempre é bom compartilhar conhecimento e trocar ideias sobre produção de conteúdo. Agradeço também a você leitor que chegou até aqui. Se este conteúdo foi útil para você deixe um comentário abaixo e compartilhe! Mais uma vez muito obrigado, nos encontramos no próximo post! 🙂

Leia também:

52 comments

    • andre.sarti disse:

      Olá Vanessa, tudo bem sim!

      Em primeiro, muito obrigado pela visita, fico muito feliz que tenha gostado do post e das dicas. Ele só se concretizou por causa da interação e da vontade de compartilhar conhecimento, para ajudar quem passa pelo bloqueio criativo.

      Sou adepto da metodologia GTD e um dos princípios é exatamente este, sempre ter em por perto uma “caixa de entrada”, pode ser um caderno, um bloco ou o próprio celular. A nossa mente não funciona muito bem pra guardar coisas, então quando anotamos uma ideia, tiramos ela da mente, que fica com mais clareza para o que realmente importa: gerar novas ideias e executá-las!

      Mais uma vez, obrigado pela visita, volte sempre! 🙂

    • andre.sarti disse:

      Olá Sthefani, tudo bem?

      Que legal, sou publicitário também, vamos ser colegas de profissão!

      Existem várias ferramentas para estimular a criatividade, que são muito úteis nesses momentos. O problema é que o bloqueio criativo também está ligado com o nosso emocional/psicológico e nem sempre estas ferramentas nos ajudam. Daí, ter humildade e pedir ajuda é bem importante para superar o bloqueio. 🙂

      Muito obrigado pela visita! Volte sempre!
      Um forte abraço!

    • andre.sarti disse:

      Olá Rafa! Tudo bem?

      A internet possibilita este tipo de interação, que pode ser de grande valor se a gente tem coragem de compartilhar conhecimento, mas também as nossas dificuldades. A resposta pode ser produtiva e abre portas para novos conteúdos e novos conhecimentos.

      Também acho interessante a dica das anotações, só que eu agrupo estas ideias e informações no Trello, que é um aplicativo de tarefas, você conhece?

      Muito obrigado pela visita Rafaela, volte sempre! 😉

  1. Oiie Andre!

    Adorei suas dicas! Passei por cinco anos de bloqueio criativo, acredita? Depois de escrever três livros! Isso se deu exatamente pelos motivos que citou: eu não achava que o que eu escrevia era realmente bom, pressão da família para publicar…

    Isso me fez ir cursar Engenharia. Até que eu comecei a trabalhar minha auto estima. Fui aprender a desenhar algumas coisas e o que aconteceu: senti uma vontade enoorme de escrever, desenhar, fotografar…

    Não consegui ficar um segundo sequer assistindo às aulas e tive que largar. Criei o blog, vou cursar Publicidade e estou tentando voltar a escrever novamente. Já fiz um conto e mandei para um concurso.

    Então eu concordo com a Liz quando ela diz que a auto estima influencia. Depois que fui acreditando no que eu escrevia, tudo deu certo!

    Beijos!

    • andre.sarti disse:

      Olá! Tudo bem?

      Que legal você contar um pouco da sua história Leatrice! Quando a gente reconhece as nossas dificuldades e limites, virtudes e capacidades, tudo fica mais fácil. O autoconhecimento é essencial para o crescimento pessoal,

      É muito legal descobrir e assumir nossa vocação. Sou publicitário também, tenho certeza que vai curtir muito o curso!

      Fico muito feliz também por se identificado com as dicas, isto significa que na prática elas funcionam!

      Muito obrigado pela visita! Volte sempre!
      Desejo sucesso! 🙂

  2. Vitória Bruscato disse:

    Uau! Seu post está super completo, parabéns!
    Achei legal essa sua ideia de juntar várias blogueiras no post, elas te ajudam com o conteúdo e ajudam os leitores com dicas pessoais, e você ajuda elas divulgando o blog! Super demais!
    Quando eu tenho bloqueio criativo eu procuro não me cobrar muito, eu apenas faço coisas que gosto como ler, assistir filmes, dançar, etc, e deixo pra tentar produzir em um outro momento.

    • andre.sarti disse:

      Olá Vitória! Tudo bem?

      Tudo foi muito espontâneo e graças a colaboração das blogueiras o resultado ficou muito legal! Acredito que este tipo de interação pode render muitos resultados positivos para todos, são experiências simples mas enriquecedoras.

      A sua forma de lidar com o problema é a melhor forma, “desencanar” e relaxar, pois o bloqueio vem muito do emocional, entretanto nem todos consegue reagir desta forma.

      Fico muito feliz que tenha gostado do post!
      Muito obrigado Vitória pela visita! Volte sempre! 🙂

  3. Rodrigo disse:

    Rapaz, legal as dicas. Eu vi o post e até ia comentar mas passou o tempo e esqueci 🙁
    Ainda bem que virou um post seu aqui 🙂

    Realmente esse bloqueio criativo me complica bastante. Eu gosto muito de compor musicas orquestrais, o problema é o próprio julgamento de achar ruim. Esse perfeccionismo precisa acabar para mim. Não para fazer coisas de qualquer jeito mas é preciso errar e fracassar para encontrar os erros e aprender. Devagar eu vou mudando e me livrando também dessas comparações. Abraços.

    • andre.sarti disse:

      Fala Rodrigo! E aí tudo bem!

      Somos educados desta forma Rodrigo, precisamos romper com algumas ideias que mais atrapalha do que ajuda. E tudo é muito emocional e psicológico.

      Achar o equilibrio entre o fazer o melhor possível sem este espírito de cobrança, de julgamento, só assim vamos produzir e desenvolver ideias que podem transformar nossa realidade e a de quem está perto da gente.

      Fico muito feliz com sua visita! Volte sempre, comente aqui também pode ser um espaço de interação e novas ideias!
      Um abraço! 🙂

    • andre.sarti disse:

      Olá! Tudo bem com você Gabrielle.

      Este post é resultado das experiências que temos nos momentos de bloqueio, e as dicas são ações práticas que eu e as blogueiras convidadas utilizam para superar estes momentos.

      Espero que as dicas possam mesmo te ajudar, experimente, depois volte aqui para contar pra gente o resultado!

      Desejo que se livre desse bloqueio de criativide e produza muitos posts pra gente.

      Obrigado pela visita! 🙂

    • André Sarti disse:

      Olá Graziela!

      Também tenho um banco de ideias aqui para o blog, quando surge uma alguma ideia nova jogo lá! O meu problema é decidir se o tema que coloquei nesta lista, se alinha com o que pretendo comunicar aqui no blog. As vezes exagero nos critérios e isso prejudica um pouco.

      Muito obrigado pela sua visita! Volte sempre! 🙂

  4. Luma Vieira disse:

    Olá Andre tudo bem, seu texto esta excelente com dicas criativas e explicando o que realmente é este bloqueio criativo, para trabalhar atualmente em diversas áreas a principal ferramenta vem sendo a criatividade. Estes dias passei por um momento de bloqueio que foi terrível, mas não consegui desenvolver bem uma matéria e nem mesmo pensar em algo para se pesquisar no Google que pudesse desenvolver em conteúdo. Enfim, passou e fiquei muitíssimo feliz. Super beijo

    • André Sarti disse:

      Oi Luma! Tudo bem?

      Pra chegar no resultado final do post, tive que trabalhar bastante. Estou apendendo ainda e tentando melhorar minha frequência de postagem, é uma das dificuldades que tenho. Foi bom contar também com ajuda das blogueiras com as dicas.

      O importante é contar com ajuda de outras pessoas, as vezes sem saber o texto que publicamos, pode ajudar alguém, assim como aprendi muito frequentando outros blogs, compartilhar conhecimento sempre!

      Muito obrigado pela visita Luma! Volte sempre! 🙂

  5. Eu costumo fazer todas essas coisas também, e uma boa ideia é: se nada disso funcionar, melhor não forçar a barra porque pode sair algo que você se arrependerá do resultado. Acontece com todo mundo e as vezes só precisamos aceitar. Ótimo post!

    • André Sarti disse:

      Oi Flávia! Tudo bem com você!

      Melhor dica a sua! É verdade mesmo, não forçar a barra e aceitar!
      Muitas vezes exigimos de mais de nossas habilidades e fixamos tanto o pensamento nisso que acaba prejudicando a qualidade do post!

      Obrigado pela visita! Volte sempre que quiser! 🙂

    • André Sarti disse:

      Olá Renata!

      Muito bem lembrado, o tipo de produção que vamos fazer também está relacionado, as vezes temos facilidade para comunicar em determinados canais, já outros não!

      Obrigado pela visita! Volte sempre! 🙂

  6. Olá!!

    Adorei seu post, achei muito interessante e bem esclarecedor!!! Acho que alguma vez na vida já tivemos esse bloqueio criativo, pelo menos eu já tive, mas acredito e sempre utilizo e conversas com amigos, pois as vezes podem nos ajudar com alguma dica ou até mesmo em uma conversa ir surgindo as ideias. Parabéns pelo seu post eu super adorei e ainda mais pela união e o espaço que você abriu para outros blogs sugerirem.

    • André Sarti disse:

      Olá Karoline!

      Que bom que tenha gostado! sempre busco melhorias aqui para o blog, ainda tenho dificuldades com a frequência das postagens, as vezes quero aprofundar demais em um tema e me complico um pouco. Mas como você disse, nas conversas com outras pessoas vamos aprendendo coisas novas, nos conectando com novas ideias!

      Muito obrigado pela visita!

  7. Bloqueio criativo é uma droga. Eu sou uma pessoa meio multifuncional, então eu amo fazer muitas coisas como escrever, criar imagens e etc. Porém às vezes é tanta ideia que acabo ficando sem saber como desenvolvê-las (percebi que era isso de fato pelo seu tópico ali em cima hehehe) ou às vezes eu quero fazer as coisas mas me falta inspiração. É muito chato. O que me ajuda mais é começar a planejar, pensar em como posso fazer o que quero. /Às vezes não dá mesmo, então eu desacelero e tento depois.

    • André Sarti disse:

      Olá Aléxia!

      O planejamento é essencial, ele nos dá clareza, e quando sabemos o por que estamos fazendo determinada tarefa, fica mais fácil de concluir. Fico muito feliz em ter se identificado com o texto e desejo que as informações te ajude a melhorar ainda mais o seu trabalho!

      Um abraço! Obrigado pela visita e volte sempre! 🙂

  8. Joyce disse:

    Me identifiquei com a parte do medo de falhar e do perfeccionismo. Às vezes eu fico um bom tempo sem escrever nada justamente por causa dessas duas coisas. Eu faço a mesma coisa que a Jade, anoto todas as ideias em um caderno ou no próprio celular, o que é bom, porque as vezes eu tenho boas ideias até mesmo dentro do ônibus. A dica da Liz é ótima também! Muito bom o seu post, parabéns!

  9. Mafê disse:

    Bloqueio criativo é o mal de todo escritor. Desde que resolvi me dedicar à escrita, percebi que a cobrança tem me feito escrever muito menos. o ‘tenho que’ me assusta, e quando forço a ideia a cair no papel, as coisas ficam tortas, insinceras e, particularmente, um horror.

    Adorei demais as dicas. Vi uma palestra do Marcos Piangers sobre criatividade que ele fala exatamente isso. Que a gente tem que ir nos lugares onde as ideias estão. Tentar descobrir onde está o gatilho para fazer a cabeça funcionar.

    Adorei demais o espaço. Teu blog é inteiro lindo, o conteúdo é ótimo. E aproveitei as dicas das meninas para conhecer o espacinho delas também (salvo a Jade, que já conheço de longa data).

    Beijinhos ♥

    • André Sarti disse:

      Olá Fernanda! É muita bondade sua!

      Fico feliz que tenha gostado do blog! Tenho trabalhado muito nele, preciso aprender muita coisa ainda, estou começando! Quanto ao bloqueio a pressão só piora a situação mesmo, buscar o controle, ter calma e paciência para superar!

      Encher nossas mentes de boas referências e buscar ambientes que favoreçam o nascimento de novas ideias!

      Muito obrigado pela sua visita! Volte sempre que quiser! 🙂

  10. Adeiliane Pessoa disse:

    Ótimas dicas viu, eu sempre anoto quando vem alguma ideia, porque se não eu esqueço depois, ai tento me organizar, pra não ter bloqueio criativo. Sucesso

  11. Ane Carol disse:

    Bloqueio criativo é algo muito chato, mas gostei da maneira que você falou sobre o assunto, trouxe dicas e ainda complementou tudo dando dicas de blogs para que a gente pudesse conhecer.

    • André Sarti disse:

      Olá Ane! Tudo bem?

      Para combater o bloqueio é muito importante manter o foco e ter muita disciplina! Espero que essas dicas sejam úteis para você, e te ajude a produzir muito conteúdo! Obrigado pela visita! Volte sempre!

      Um abraço!
      🙂

  12. Camila Carvalho disse:

    Eu “gastei” toda minha criatividade com o veda, kkk. Agora que acabou preciso trabalhar esse bloqueio que me deu ! O post vai me ajudar muito
    Beijos

    • André Sarti disse:

      Olá Camila!

      Você é corajosa, eu admiro quem consegue produzir conteúdo diariamente! Fique tranquila depois desse período intenso creio que fica mais fácil produzir. Caso precise fique a vontade para usar essas dicas, são eficientes! Muito obrigado pela visita! Volte sempre!
      🙂

  13. Oi André, tudo bem? Que post mais completo e informativo. Para muitos blogueiros o maior desafio hoje é vencer o bloqueio criativo. Logo quando criei o blog passava por isso constantemente, mas depois aprendi alguns truques e isso ajudou muito. Hoje pra onde vou sempre levo minha agenda e qualquer ideia que tenho já deixo anotada. Dessa forma nunca tem faltado assunto. Vou tentar seguir algumas das suas dicas para melhorar ainda mais. Beijos, Érika =^.^=

  14. Jeni Ferreira disse:

    Bloqueio criativo realmente é uma coisinha que quando pega a gente é difícil de largar, mas eu sempre busco anotar toda e qualquer ideia quando estou naquele dia mais inspirada sabe?
    Sempre que sinto esse bloqueio chegando tento ficar um pouco off de tudo buscando inspiração nas coisas mais simples ou simplesmente relaxando. Isso me ajuda muito e volto a ativa com um super gás!

    • André Sarti disse:

      Olá Jeni!

      Estamos muito expostos a tanta tecnologia que de fato é saldável a gente dar uma desligada, é bom relaxar de forma analógica de vez em quando! Obrigado pelo comentário e pela visita! Volte sempre!

      Um abraço! 🙂

    • André Sarti disse:

      Olá Jennifer!

      Faz parte do processo, cedo ou tarde nos encontramos com ele, o importante é não se desesperar e ter ferramentas para enfrentá-lo! Obrigado pela visita! Volte sempre que desejar!

      Um abraço! 🙂

  15. Já tive bloqueio criativo e é muito ruim! Tenho isso principalmente quando estou me sentindo desanimada e triste, quando estou assim, não consigo fazer nada de criativo!

    Também tenho um caderno de ideias e é lá que eu anoto todas as ideias que tenho para posts e depois seleciono o que vou postar. Às vezes quando estou longe desse caderno, eu escrevo apenas o título do post no Blogger e o salvo como rascunho para depois desenvolvê-lo.

    Adorei o seu texto e as dicas que as blogueiras nos deram, garanto que serão muito úteis!

    • André Sarti disse:

      Olá Monique!

      Grato pelo comentário e pela visita! O bloqueio está relacionado mesmo com nosso estado emocional, e se não estamos conseguindo produzir, pode ser um sinal de que não estamos bem! Com paciência, buscando clareza conseguimos superar! muito obrigado pela visita, volte sempre que desejar!

      Um abraço! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *