Início » Blog – Ideias em movimento » Boas práticas para organizar o seu projeto de vídeo

Boas práticas para organizar o seu projeto de vídeo

 
Quando se trabalha com produção de vídeo é muito importante organizar tudo e manter cada coisa em seu lugar, principalmente na edição e pós produção, onde se tem “zilhões” de arquivos de áudios, vídeos, imagens e textos e você precisa transformar tudo isso em uma única peça. Organização é uma habilidade que se adquire, mas é preciso muita força de vontade e determinação para transformar boas práticas em hábito. Para te ajudar apresento algumas dicas que fará muita diferença no seu fluxo de trabalho, é só colocar em prática e sentir a diferença. Vale lembrar que algumas dicas são exclusivas para o After Effects, entretanto a maioria delas podem ser aplicadas em qualquer tipo de projeto.

Padronize os nomes dos projetos e aquivos

Para organizar seus projetos a primeira coisa que você precisa fazer é definir um padrão para os nomes dos arquivos e pastas que serão utilizados, eu por exemplo, possuo uma pasta com o nome de cada cliente e dentro dela tenho uma pasta para cada projeto, todas identificadas com o nome correto. Dessa forma, quando preciso localizar um projeto antigo, fica muito fácil. Dependendo da demanda você pode criar pastas com os meses do ano e até mesmo com datas, mas acredito que para a maioria das pessoas o primeiro caso resolva.

Crie uma estrutura de pasta

Sempre quando começo um novo projeto seja de edição de vídeo no Premiere ou de motion graphics no After Effects, antes de qualquer coisa crio uma estrutura de pastas padronizada. Dentro da pasta do projeto costumo criar uma pasta para o projeto do After Effects ou Premiere, crio também uma pasta para cada tipo de arquivo que vou utilizar, por exemplo imagens, Áudio, Photoshop, Illustrator. costumo também criar uma pasta chamada de Render onde coloco o projeto finalizado.

Para agilizar o trabalho você pode criar um template com todas as pastas que você costuma utilizar, sempre que começar um projeto novo basta copiar o template para dentro da pasta do cliente. Se desejar clique aqui para fazer o download do meu template,

Renomeie as layers

Aqui é que o caos pode ser instaurado, no After Effects não são raros os projetos que exigem uma quantidade absurda de layers, e se você não desenvolve o hábito de renomeá-las no ato da criação, as coisas podem complicar, será muito fácil se perder nesse labirinto, Para renomear uma camada basta selecionar a camada e pressionar a tecla enter.

Utilize as labels

Labels são etiquetas coloridas que identificam os tipos de layers. Somos visuais, e a prática de usar uma cor para cada tipo de layer ajuda muito na hora de encontrar uma perdida, uma cor para os textos outra para os efeitos, e assim por diante, o After Effects por padrão, já separa cada tipo de layer, mas é possível também personalizar as cores além dos padrões para cada tipo de layer, basta ir em Edit > Preferences > Labels.

Utilize o pre-compose

Uma pre-compose basicamente é uma composição dentro de outra composição, existem várias utilidades para elas, como deixar o seu projeto limpo e organizado. Você pode criar uma composição principal e dentro dela, criar várias pré-composes, por exemplo uma para cada cena, a vantagem é poder editar separadamente cada cena. Para cria uma pré-compose vá em Layer > Pre-compose ou utilize o atalho Ctrl + Shit + C,

Utilize o Shy

O Shy é um recurso que nem todo mundo utiliza no After Effects ele esconde as camadas que já estão prontas e não serão mais trabalhadas. Recomendo a utilização dela, principalmente se seu projeto possuir muitas layers. O seu uso é parecido com o do motion blur, você precisa ligar a chave nas layers que quer esconder, para isso clique no ícone com um homenzinho escondendo e em seguida clique na chave principal, com o mesmo ícone, só que um pouco maior, localizado em cima nas layers.

Controle de versões

É comum clientes pedirem alterações, uma ótima recomendação é criar um sistema para manter as versões antigas do projeto, sempre que for realizar uma alteração, faça uma cópia do arquivo principal e renomeie com o numero da versão, isso ajuda muito se tiver que voltar uma etapa, você ganha tempo e não perde nada. Procure usar uma nomenclatura padronizada, nada de nomes esquisitos como “nome-do-arquivo-de-novo.ae” ou “nome-do-arquivo-agora-vai.ae”,

Conclusão

No mercado de vídeo, tem vantagem o profissional ágil e organizado, e essas dicas que te dei, se transformadas em hábitos, vão te levar a um novo um novo nível. Essas qualidades podem ser a diferença para que o cliente escolha você em vez do seu concorrente, por isso invista energia nelas.

Se você está gostando dos posts por favor ajude na divulgação, compartilhe em suas redes, serei muito grato, Se deseja receber primeiro todas as novidades do site, além de conteúdos exclusivos, assine abaixo a nossa lista.

A minha proposta é compartilhar conhecimento e experiências na área de comunicação, especialmente  as que envolvem produção de áudio e vídeo. Gostaria muito de saber sua opinião sobre os posts e receber sugestões para os próximos assuntos. Ficarei muito feliz com a sua participação! Um abraço, muito brigadoe até o próximo post.

Leia também:

4 comments

    • andre.sarti disse:

      Olá Adilson, obrigado pelo comentário!

      Apesar de ser possível fazer edições de vídeo no After ele não é muito prático para esse fim. Recomendo para edição, o Adobe Premiere que é da mesma suite. O After Effects eu uso para pós produção, criação de vinhetas, animações e efeitos especiais. Existem outros softwares de edição como o Vegas e Final Cut. Estou acostumado com o premiere, mas o importante mesmo é conhecer os conceitos de edição e design. Se precisar de ajuda pode contar comigo. Obrigado

  1. Wladimir Moura disse:

    Caro amigo, entrei no seu blog agora e estou aprendento muito, parabéns pela iniciativa de dividir conhecimentos.
    Se fosse possível você poderia colocar algumas dicas e estudos do afx em uma apostila em PDF, pois tem muito material de consulta permanente e como o programa e bem extenso fica dificil lembrar de tudo. TÓPICOS: plugins mais usados/organzação/expressões/etc… grande abraço e tudo de bom!!!

    • André Sarti disse:

      Olá Wladimir! Tudo bem?

      Fiquei muito feliz com seu comentário, e mais feliz ainda em saber que o blog está te ajudando de alguma forma, embora esteja integrado com o site da empresa, escrevo no blog por paixão, e ter feedback como o teu me motiva a continuar, apesar de ser bem difícil manter a produção de conteúdo.

      No momento estou focado na manutenção do blog e na produção de novos conteúdos, mas vou pensar com carinho na sua sugestão, quem sabe talvez nas seja material para um e-book.

      Muito grato pela visita, volte sempre! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *